Acunpuntura

O que é acupuntura?

A Acupuntura é uma técnica complementar de tratamento da Medicina Tradicional Chinesa, com mais de 5000 anos.
Segundo esta terapia complementar oriental, o nosso corpo possui um fluxo de energia (denominado “chi”), que, ao ser interrompido, interfere no equilíbrio do corpo. Como conseqüência dessa perda do equilíbrio, surge à doença.

A Acupuntura visa equilibrar a energia vital do ser humano, através da estimulação de determinados “meridianos” ou canais de energia, onde se localizam “pontos “ específicos que deverão ser estimulados, tanto para sedação, como para tonificação. É um método que estimula o próprio organismo a promover e equilibrar suas funções e também a melhorar seu funcionamento.

É uma forma terapêutica milenar que utiliza agulhas, moxas (preparadas a partir da erva Artemísia – Moxabustão), e outros instrumentos para libertar substâncias químicas no organismo, com efeito analgésico e/ou anti inflamatório e assim aliviar a dor e outros sintomas decorrentes de determinadas doenças.

A Acupuntura é um sistema que pode influenciar basicamente três áreas de cuidados com a saúde:
1. Promoção da saúde e bem estar;
2. Prevenção de doenças e
3. Tratamento de várias condições médicas.

Embora muitas pessoas associem Acupuntura com o controle da dor, sendo realmente muito efetiva nesses casos, existem muitas outras doenças e situações em que ela pode ajudar, tais como:

– Desequilíbrio do sistema digestivo, como prisão de ventre, diarréia, gastrite;
– Desequilíbrio do sistema respiratório, como sinusite, asma, bronquite, infecções repetitivas;
– Desordens musculares e neurológicas, como dores de cabeça, dor na nuca, dor nas costas, ciática, várias formas de tendinite, entre outros transtornos;
– Desordens urinárias, menstrual e do sistema reprodutivo.

A acupuntura é particularmente útil em transtornos orgânicos relacionados à tensão emocional e ao stress.

Para a Medicina Tradicional Chinesa, existem cerca de 300 doenças tratáveis por Acupuntura, entre as quais:
– Dores em geral, especialmente do aparelho músculo-esquelético, tendinites, fibromialgia, dores pós-cirúrgicas, síndrome complexa de dor regional,
-Stress, insônia, ansiedade, depressão, obesidade, vícios,
– Distúrbios hormonais, cólicas menstruais,
– Asma, sinusite, rinite, constipação, faringite, amigdalite aguda, zumbidos,
– Paralisia facial,
– Dor no peito, palpitações, enfisema, bronquite crônica, asma brônquica,
– Lombalgia durante a gravidez, ansiedade
– Mal-estar provocado pela quimioterapia, dores associadas com o cancro,
– Gastrite, úlcera gástrica, úlcera duodenal, colites, diarréia, constipação, cefaléias, enxaqueca,
– Dermatites,
– Paralisia facial, seqüelas de acidente vascular cerebral,
– Lombalgia, ciatalgia, artrose, artrite, entre tantas outras.

Os efeitos terapêuticos desta técnica são reconhecidos também pela medicina ocidental.
A Organização Mundial da Saúde lista doenças para as quais a Acupuntura é indicada. No entanto, os seus efeitos benéficos atuam de forma complementar e não substitutiva. Age por meio do equilíbrio energético do organismo, seja ele físico emocional ou bioquímico.

A Acupuntura para mim não é apenas uma forma técnica para tratar o outro e sim mais uma ferramenta para cuidar do todo.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *